26 de jan de 2010

uma crítica à sociedade

estão tão apressados
movimentam-se num
torpor descontrolado
para onde vão?


pular no precipício ou matar o dragão?
há fadas recolhidas junto às amigas
árvores antigas
sentindo todo esse ar de desarmonia
que paira sob a vontade do homem
cegos nus e descalços
mas cheios de energia
a raça humana corre atrás
de uma utopia!

estão todos confortáveis com suas máscaras
conflitos brotam e criam desgraças


mantenha isso longe de si....
que no mundo do homem de bem
esse ruído permaneça mudo
ah, que mundo imundo...
tanta sujeira cerca nosso ambiente
só peço que, através dos tempos
a Luz nos oriente


a vida está tão acessível quanto sempre esteve
no coração do homem
é um reservatório de fluidos
que nutrem porém confundem...

pretencioso, esse tal de ser humano
nessa busca utópica
baseia os seus planos
achando, que um grande bem está fazendo
promove indivudualmente
a si mesmo
mas continua essa insana busca
que no fim das contas
funciona mais como uma fuga
fale baixo
eles não querem que ninguém saiba
quem acendeu a primeira brasa

Um comentário:

prezo muito as opiniões de todos, me alegram e inspiram a continuar passando a minha mensagem!