30 de abr de 2009

à vontade

O fardo é proporcional à vontade
O feiticeiro que sabe que é
O que sabe
Faz seu mundo à vontade

Dança na confusão, pra ele nada importa
Tudo veio e voltará
Pra mesma fonte de vida
O que é a vida senão
Nuances controláveis pelas fibras de sua vontade?

O feiticeiro orienta e encaminha
Seu mundo com a vontade
Jamais se rende á confusão
Ele sabe como mantê-los afastados,
Desnorteados, posteriormente aliados.
O Deus que há em mim
Também origina meus obstáculos
Trajeto tempestuoso
Mas bem acompanhado

Nenhum comentário:

Postar um comentário

prezo muito as opiniões de todos, me alegram e inspiram a continuar passando a minha mensagem!